Discografia Warzone (1987-1998)

sábado, 19 de junho de 2010

Saudações Anarquistas, retirando meu baú achei essa ótima banda, e quem não conheçe o som quando e ouvir concerteza vai achar o mesmo que eu. Warzone é uma banda que teve uma história intensa com os seus fãs, talvez uma história pouco vista em outras bandas do genêro. Curtam esse som.
Warzone é uma banda de skinhead/hardcore americana formada no Lower East Side de Manhattan, em 1982. A banda ajudou a desenvolver o som hardcore de Nova York, o estilo skinhead hardcore e do subgênero tripulação da juventude. Durante os 15 anos da banda e muitas mudanças de formação, seu som hardcore primeiramente foi aromatizado por influências que vão desde Oi! (que excursionou por várias vezes com The Bussiness e tocou um cover de sua música The Real Enemy), ao punk rock tradicional, e uma fase heavy metal (no seu auto-intitulado LP, Warzone). Sua base de fãs foi diversificada, e em seus shows geralmente com a presença de skinheads, em linha geralmente adolescentes, metaleiros e punks de todas as idades.
Rontman Raymond "Raybeez" Barbieri foi o único membro da banda consistente, desde a sua formação, mas teve seu fim em 11 de setembro de 1997, quando morreu de pneumonia. Ele estava recebendo tratamento em uma administração dos veteranos da Saúde quando a doença danificou seu fígado e lhe tirou a vida na idade de 35 anos. Por mais de um ano após a sua morte, todos os lançamentos na gravadora Victory, foi dedicado à sua memória, assim como duas compilações independentes. Estes álbuns - assim como concertos em benefício após a sua morte - levantaram fundos para vários grupos sem fins lucrativos, Ray tinha trabalhado entidades que ajudam jovens em risco.
A banda incluiu vários não-membros através de sua história, e cantava letras de Barbieri pedindo unidade e falou com veemência contra qualquer coisa que dividiram a juventude da América contra si mesmo. Sua canção "Under 18", lamentou a idade baseado em práticas discriminatórias em muitos locais que exigiam IDs de entrada; "War Between Races", exigiu o fim da violência e do preconceito racial dentro da cena hardcore, e "Brother and Sisterhood" incentivou as mulheres jovens e meninas para se tornar ativo na cena tradicionalmente dominados pelos homens hardcore punk.
Seus concertos foram muitas vezes marcadas pela violência, assim Barbieri geralmente cantava no meio da multidão, usando-a como uma oportunidade para parar lutas até de segurança poderia responder. Essa tática freqüentemente baixava os ânimos mais rapidamente do que parar o show, e impedia que os fãs fossem escoltados para fora do show. Sua posição no meio da multidão ao invés de subir em um palco também tornou querido para os fãs de uma maneira que poucos outros artistas do gênero já haviam realizado. Os fãs de Warzone não foram simplesmente incentivados a cantar junto, muitas vezes ditavam a list da banda, todo o conjunto e até decidiu por quanto tempo o grupo iria desempenhar, com alguns conjuntos que se prolongará até Raybeez mal conseguir falar.
Links Para Download:
Don't Forget The Struggle, Don't Forget The Streets (1988)
Open Your Eyes (1989)
Warzone (1990)->pendente
Live at CBGBs (1993)
Old School to New School (1994)
Split with Cause for Alarm (1995)
Lower East Side (1996)
The Sound of Revolution (1996)
Fight For Justice (1997)
The Victory Years (1998)

Comments

No response to “Discografia Warzone (1987-1998)”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)

Postar um comentário